Thursday, November 08, 2007

Festival do Paulo Branco

O Paulo Branco é "mafioso" (diz-se muito), claramente não anda de transportes públicos, tem uma postura dura e arrogante, mas na entrevista dada, hoje, ao Público diz umas quantas verdades.

Passaram 300 filmes. Também isso [32 mil espectadores] dividido por 300 filmes ou sessões não é muita coisa.

Mais do que isso, a utilização da palavra espectadores parece-me falsa. Não são 32 mil espectadores, mas 32 mil entradas. Faz toda a diferença. Eu não sou 16 especatadores; entrei 16 vezes, isso sim. 32 mil espectadores: era bom, era.

É um mérito, mas o que fica para os filmes? Passam e desaparecem. Quantos ficam? Fica o filme do Michael Moore [Sicko], que não precisa do festival para nada...

Quantos filmes do Doc se vão estrear em Portugal? Quantos a RTP vai comprar? Meia dúzia, nem isso.

Até agora, ficou também o "Zidane", mas passe o pequeno exagero, é o que ele diz.

Os festivais nunca formaram. São eventos, em que o público vem como se viesse para uma festa.

Há de formar alguma coisa que seja, não sou tão radical, mas a parte dos eventos está correcta. Os festivais são eventos, grande parte vai-se lá passear, tenho me fartado de dizer.

Acabando com as citações e pegando nestas últimas palavras, este Festival de Cinema Europeu não vai fugir ao estatuto de evento. Casino Estoril e Cascais Villa? Bilhetes a 4 e 6 euros? Os filmes em competição vão ter futuro diferente dos do Doc ou do Indie? O objectivo principal é ter projecção e estimular a reflexão? Não me fodam. O curioso desta entrevista é que tudo o que é negativamente apontado ao Doc, vai poder ser apontado a este, quase de certeza.

Dito isto, falta dizer que na Competição deverão estar umas pérolas que pouca gente vai ver e outros filmes mauzinhos, a mostra fora de competição é interessante e bem que gostaria de pôr coisas em dia, mas o combustível é um roubo, não tenho passe de comboio e mesmo que tivesse demoraria mais de uma hora a lá chegar. Não meto lá os pés.

3 Comments:

Blogger André Dias said...

Só uma pequena correcção. Pelas minhas contas, lamentavelmente feitas à mão, o DocLisboa 2007 apresentou apenas 146 filmes em somente 171 sessões. É mais ou menos metade do que indica Paulo Branco.

2:12 PM  
Blogger Daniel Pereira said...

Não confirmei os números, nem acho que essa incorrecção invalide as ideias expostas. Ainda assim, obrigado, André.

3:31 PM  
Blogger wasted blues said...

Pois, eu só vou conseguir aproveitar uns poucos e, mesmo assim, moro na zona.

12:03 AM  

Post a Comment

<< Home