Friday, April 27, 2007

I CA Merda

Cumpro o ritual de sexta-feira e abro o ípsilon na secção de cinema. "Vai-te embora, João Nicolau" é o violento título que me puxa os olhos. Leio a crónica, de Pedro Borges, e descubro que o projecto de João Nicolau ficou em 33º no concurso do ICAM.

O que se passa neste país? O que se passa no ICAM?

Está tudo lá na crónica e subscrevo tudo o que diz Pedro Borges. Ir embora é uma solução, talvez mais fácil que ficar e dar-lhes trabalho. Resistir-lhes - é este o verbo em que me sinto filiado. Ficamos e resistimos. Ao João Nicolau, que nem sabe que este espaço existe, disponibilizo-me eu para qualquer coisa que seja necessária no seu filme. Em nome de todos os rapaces.

2 Comments:

Blogger Ric1983 said...

Simpatizo com o Joao Nicolau, mas devo confessar que nao simpatizei com "Rapace", quando o vi ha uns meses.

O problema e que e 7 caes a um osso, no que diz respeito a cinema, nao so em Portugal como em Inglaterra por exemplo. Ha muito mais cenas a serem feitas (os filmes low budget aqui devem ser equivalentes aos apoiados pelo ICAM todos os anos); mas para dar projeccao aos filmes, ao lado de pesos pesados com capital americano, como "Casino Royale" e "Sunshine", e uma carga de trabalho.

12:53 PM  
Blogger Nuno Pires said...

O João Nicolau não é o único...
...mas o ICAM também não é (ou não deveria ser) a única fonte de financiamento do cinema português. Há que procurar outros meios para concretizar projectos, ou nunca se chega lá.

12:56 PM  

Post a Comment

<< Home